Cozinha Inteligente, um conceito que vai além da tecnologia

Cozinha Inteligente, um conceito que vai além da tecnologia

Na era da inovação e de rotinas apertadas, tornar os ambientes funcionais e inteligentes é a alternativa certeira para acompanhar o novo ritmo de vida.

Quando falamos em espaços inteligentes, logo vem à cabeça a ideia de equipamentos eletrônicos que atuam de forma autônoma ou robôs domésticos, mas as Smart Kitchens ou Cozinhas inteligentes vão além.

O conceito começa com o projeto que é devidamente desenhado para permitir maior mobilidade, além de otimização de espaços para então inserir a tecnologia.

O Projeto

Você já deve ter ouvido em algum momento da sua vida, a palavra ergonomia. Nos projetos de smart kitchens, a ergonomia é levada à sério.

Seja com pias com alturas específicas, quanto com distância entre gavetas e armários, o conceito é projetado para atender os movimentos humanos sem que gerem esforços desnecessários.

Além disso, a circulação de pessoas e fluxo também são estudadas de forma a proporcionar a melhor experiência.

Alguns projetos vão além e utilizam-se de conceitos do Feng Shui para gerar um equilíbrio com o ambiente e os moradores.

Otimização de Espaços

Paredes que viram adegas, prateleiras ou jardins são alguns dos diversos exemplos de otimização de espaços das cozinhas inteligentes.

Alguns arquitetos ousam e criam verdadeiras hortas de condimentos dentro das cozinhas, sem que haja interferência com o meio em que vivem, dando um ar magnífico ao ambiente.

Outros elementos que ganham atenção são as bancadas, pois geralmente pertencem ao conceito aberto, elas ganharam funções inovadoras como guardar as banquetas, tábuas de corte, utensílios e até tomadas USB.

Iluminação

Não existe projeto sem uma boa iluminação e nas cozinhas inteligentes isso não poderia ser diferente.

Além de luminárias com designs inovadores e luz de led que minimizam os impactos ambientais, há quem prefira as lâmpadas de filamento para dar um ar mais retrô ou requintar o ambiente.
Com o avanço tecnológico, as lâmpadas de filamento tradicionais deram espaços para as de filamento de carbono ou led, que mantêm a aparência de sofisticação, mas economizam energia e têm uma vida útil mais longa.

Tecnologia

Para finalizar, não existe conceito de ambiente inteligente, seja ele cozinha ou não, sem a presença de facilitadores eletrônicos e elétricos.

De cafeteiras que ligam em horário programado à luzes que alteram a intensidade com a música ou com o bater de palmas, há diversas opções de tecnologias que podem tornar essa experiência algo realmente inovadora.

Com tantas opções no mercado, vale ressaltar que não há limites para a sua criatividade, mas esteja preparado com um bom orçamento, já que alguns itens podem custar verdadeiras fortunas.

Está gostando deste conteúdo? Compartilhe!

Últimos posts do blog

Quer sair na frente?

Então cadastre-se em nossa lista para receber mais conteúdos com estes.