Qual a diferença entre metas e objetivos?

Qual a diferença entre metas e objetivos?

Apesar de parecidas, há quem confuda e por isso não atinge os resultados esperados.

Ano novo, novas aspirações, desejos e 365 novas oportunidades que se abrem e para melhor aproveitamento desse presente, nada melhor do que traçar seus planos para o futuro.

Entretanto, é necessário compreendermos que existe uma diferença entre metas e objetivos e como traçar uma plano estratégico para alcançar aquilo que tanto deseja.

A maioria das pessoas tem objetivos de vida, sonhos e por que apenas algumas conseguem atingir essas realizações?

Para começar, precisamos aprofundar nosso conhecimento sobre as diferenças entre essas duas palavrinhas, que por vezes, acabamos confundindo ou misturando e com isso, interferimos no nosso resultado.

O que são metas?

A definição de meta pode ser colocado da seguinte maneira: pequenas açoês práticas que levarão à realização de um objetivo.

São:

M: mensuráveis

E: específicas

T: temporais

A: alcançáveis

S: significativas

Podemos então afirmar que as metas são os degraus que nos levam à realização de um projeto maior.

Por se tratar de “pequenas ações práticas”, significa que metas só existem se forem colocadas em prática, simples assim.

Para exemplificar, imagine que o objetivo é comprar um carro novo.

A realização desse projeto requer que pequenas ações sejam adotadas (metas), como economizar dinheiro, criar uma fonte de renda extra, estudar possibilidades de financiamento, se for o caso.

Ou seja, pequenos passos que conduzirão à um momento em que o objetivo se torna viável.

O mesmo acontece com o sucesso profissional.

Se determinar que seu objetivo é ser um profissional de destaque, sem que haja um conjunto de ações práticas, o tempo vai passar e nada vai acontecer.

É necessário estudar, criar um plano de ações, buscar conhecimentos em outras áreas e colocar todo esse aprendizado de maneira prática no seu dia-a-dia.

Mas então, o que é objetivo?

Pode-se definir objetivo como algo intangível sem que haja um plano de ações.

Alguns teóricos constumam dizer que os objetivos são impossíveis até que haja coragem, determinação e um projeto sólido que o torne real.

Para facilitar a compreensão, imagine que o objetivo de uma construtora seja criar o maior arranha céu da sua cidade.

Só planejar e almejar isso, não levará a lugar algum.

Contudo, se tiver um plano tático, a realização se torna algo simples e com tangibilidade.

Antes de começar a realização desse objetivo, convoca-se engenheiros e arquitetos que criam o projeto.

Encontra-se o terreno, recebe investimentos, cuidam das documentações e começam as obras criando uma excelente fundação que sustentará o projeto.

Trazendo para o contexto do sucesso profissional, é necessário criar uma forte estrutura que suporte o peso do crescimento profissional e isso só é possível através da prática.

Aplicar metas que estejam desenhadas para aquele propósito.

Se seu objetivo é ganhar R$ 1.000.000,00 em um ano, precisa se concentrar em determinar passos, que se somados e executados, permitirão que ao longo de 365 dias você chegue no seu resultado.

É importante termos isso pautado agora, no início do ano, para que você consiga estruturar seus objetivos e metas que levarão à atingir o que desejar, mas desde que esteja disposto a trilhar todo o percurso!

Respondendo a pergunta feita no início deste post, o que difere as pessoas que realizam das que apenas constroem planos está na constância, dedicação e determinação com seus objetivos, criando micrometas que somadas, a colocam de frente com seus maiores objetivos.

Elas nunca desistem! Podem mudar metas, mas jamais perdem o foco de onde querem chegar.

Um Feliz Ano Novo e que você esteja apto à conquistar tudo o que quiser.

Está gostando deste conteúdo? Compartilhe!

Últimos posts do blog

Quer sair na frente?

Então cadastre-se em nossa lista para receber mais conteúdos com estes.