Saúde Mental levada à sério

Saúde Mental levada à sério

No mês que precede o #setembroamarelo precisamos ressaltar a importância de manter o clima organizacional da sua empresa elevado.

Estudos científicos comprovam que se os colaboradores se sentem parte da organização, sua produtividade é maior.

Além disso, é necessário lembrar das necessidades de cada indivíduo no ambiente de trabalho.

Abraham Maslow definiu uma pirâmide de necessidades, sendo das mais básicas às mais extravagantes, contudo no ambiente corporativo, se atentar à esses detalhes, pode fazer a diferença.

Descompressão

Empresas como Google, Apple e até aqui na Mitre Vendas, sabemos da importância dos ambientes de descompressão.

São salas com poltronas, cafés e em alguns lugares jogos para entreter o colaborador durante o seu período de 8h (representa quase 1/3 da vida na empresa).

Por mais que possa parecer loucura para alguns, após pesquisas de clima organizacional realizadas por consultorias de RH, percebeu-se uma diminuição considerável de afastamentos, absenteísmo e até síndromes causadas pelos estresse.

Outro fator relevante dessa pesquisa, foi o aumento na produtividade dos colaboradores, fato que também aconteceu na pandemia, onde as pessoas passavam mais tempos trabalhando de forma flexível.

Cultura Organizacional

Muitas empresas tem culturas fortes, marcada pelo tempo e em alguns casos acaba interferindo no crescimento da sua empresa, visto que o perfil dos novos profissionais mudou.

Conhecido como Fit Cultural, trata-se de uma avaliação de mão dupla entre o profissional e a empresa e vice versa, casando pontos de afinidade e com isso proporcionar o crescimento com a sensação de pertencimento.

Diferenciação

Achar vieses de beneficiar a saúde mental dos seus colaboradores, pode ser um desafio, ou uma oportunidade.

Como pioneiros no Brasil, instituímos a liberação de Pets em nossa companhia, inclusive adotando um mascote oficial, o Todinho Augusto.

Cheio de estilo para foto.

Desfilando pelos corredores, participando de reuniões e socializando com todo o time, percebemos uma melhora significativa nos resultados.

Tal proposta é comum em grandes companhias nos Estados Unidos e a resposta está na neurociência.

“Quando há a possibilidade de um pet no ambiente colaborativo, há uma liberação mesmo que sutil de serotonina, um neurotransmissor aliado à satisfação. Como nosso cérebro não distingue a fonte de prazer, o mesmo reconhece o clima como a geradora da sensação e isso proporcionar excelentes resultados” E. D.

Confira o ensaio do Todynho

Está gostando deste conteúdo? Compartilhe!

Últimos posts do blog

Quer sair na frente?

Então cadastre-se em nossa lista para receber mais conteúdos com estes.