Multiexperiências: quando as marcas de luxo utilizam da gastronomia para envolver clientes

Multiexperiências: quando as marcas de luxo utilizam da gastronomia para envolver clientes

Se há algo que transcende as barreiras do tempo e da cultura, é a paixão pela boa comida e pelo requinte, porém, mais do que isso, a comida é um dos mais poderosos estimulantes de emoções, talvez pela combinação de sentidos como olfato, tato, paladar e visão simultaneamente. No mundo do luxo, essa paixão se manifesta de maneiras diversas, uma delas sendo a união entre marcas renomadas e a alta gastronomia, resultando em experiências sensoriais únicas, linkando e fortalecendo a marca através de estímulos diferentes, capazes de encantar os clientes mais exigentes e sofisticados.

O Luxo que se Saboreia

Marcas icônicas de luxo como Tiffany&Co, apresenta uma espaço único, com elaborados pratos do chef Michelin, Daniel Boulud e toda a ousadia que a marca representa.

Dior não poderia ficar atrás e apresenta em Miami a Dior Cafe, uma fusão de estilo e sabores.

Tudo é estratégia


Imagine saborear um prato elaborado por um chef premiado, enquanto desfruta de uma vista deslumbrante em um hotel de prestígio ou em um evento exclusivo da marca.

Por si só, a experiência já cria uma conexão emocional, mas aliado ao serviço primoroso, identidade de marca em todos os elementos (mesmo subjetivamente), é capaz de enraizar em conexões neuronais a essência da marca no indivíduo. Essa é a essência do luxo gastronômico: uma fusão de talento culinário, serviço impecável e ambiente requintado com o propósito claro de encantar, emocionar e criar raízes em seus possíveis ou atuais clientes.

Além do Produto

Para as marcas de luxo, a gastronomia vai além de simplesmente oferecer comida de alta qualidade. É uma extensão de sua identidade e uma forma de contar histórias sobre seus valores, tradições e compromisso com a excelência. Cada prato, cada serviço, é uma oportunidade de transmitir uma mensagem de exclusividade e requinte.

Tudo começa pela localização, que é escolhida de forma à se conectar com seu público. Uma vez resolvido este importante pilar, é hora de montar o ambiente, que deve transmitir todos os valores da marca, de forma direta, clara e objetiva, mas também na subjetividade, utilizando de todos os aspectos possíveis para criar laços memoráveis.

O atendimento não poderia ser diferente, atuando como algo tão exclusivo, que é possível se sentir mimado, querido e agraciado, sem nada forçado, gerando um alto nível de bem estar.

O menu não deixa por menos e vem como complemento, mesmo sendo a estrela principal e o objetivo central da marca, mas a interação é tão grande, que os níveis de dopamina estão altíssimos e sinceramente, é surpreendente e indescritível a sensação.

Conforme o mercado de luxo continua a evoluir, podemos esperar ver uma maior integração entre marcas de prestígio e a alta gastronomia, reforçando seu papel como uma forma de arte e expressão cultural.

E você, o que acha dessa nova forma de encantar clientes?

Está gostando deste conteúdo? Compartilhe!

Últimos posts do blog

Quer sair na frente?

Então cadastre-se em nossa lista para receber mais conteúdos com estes.